login   |    register

135
DML M4A2 Russian Sherman

DML M4A2 (76) W Kit Number #6188  

O M4A2 (76) W

Fotos do projeto
Clique para aumentar

 

Fotos do projeto
Clique para aumentar

 

Fotos do projeto
Clique para aumentar

 

Fotos do projeto
Clique para aumentar


Fotos do projeto
Clique para aumentar

 

Fotos do projeto
Clique para aumentar


Fotos do projeto
Clique para aumentar

 

Fotos do projeto
Clique para aumentar

 

Fotos do projeto
Clique para aumentar

 

Fotos do projeto
Clique para aumentar

 

 

 

 

 

 

 


O M4A2 (76) W foi produzido nas plantas industriais Fisher e na Pressed Steel Car Company, de maio de 1944 até aproximadamente junho de 1945, alcançando uma produção total de 2915 tanques. Estes tanques foram principalmente usados para o programa de Empréstimo e Arrendamento, com a grande maioria destes veículos indo para a União Soviética.
Após a WWII, vários tanques E8 (HVSS) foram vendidos ao governo canadense como o M4A2, pois nunca tinham ganho muita popularidade. O Canadá usou estes tanques para equipar o seu exército de reserva e para ajudar a treinar o regular. Eles foram usados por algumas unidades da reserva na metade dos anos 60. Muitos podem ser vistos agora como monumentos fora das paredes da Royal Canadian Legion e como guardas de portão ao longo do País.
 O Kit
A DML tem continuado a se re-inventar ao longo dos anos, e só para melhor. Nós temos visto uma melhoria enorme em termos de qualidade de lançamentos e conteúdo. Recentes lançamentos da DML incluem partes opcionais para construir versões múltiplas. Nossas caixas de peças sobressalentes nunca estiveram tão contentes ou tão cheias. Os últimos lançamentos da DML vêm em minha cor favorita, Olive Drab Green. Esta revisão não irá compará-los com os lançamentos da Academy, pois eu nem comprei ou construí estes últimos. A DML decidiu nos dar tudo que precisamos em uma caixa. Esta é carregada até a borda com quase tudo o que você precisa para construir este kit OOB. O kit é moldado em plástico cinzento, padrão da DML.
Incluídos no kit estão 307 peças de plástico injetado, incluindo 18 peças transparentes para faróis, sinaleiras, e blocos de visão. Um cano de alumínio torneado, bem como seu quebra-chamas de plástico são incluídos. Barras de proteção para faróis, sinaleiras, periscópio e terminais de cabo de reboque em PE são incluídos também. Outra característica inovadora é um cabo de reboque feito de metal flexível macio. Entrando na direção oposta da maioria os fabricantes de Kits, a DML decidiu acrescentar lagartas de vinil. Estas são algumas das lagartas de vinil de melhor aparência que eu já vi e elas devem ser bem recebidas por Shermanhólicos. Finalmente uma cobertura de vinil para a raiz do canhão é incluída. Todas estas partes "multimídias" são empacotadas separadamente e montadas sobre uma cartela de papelão.
 A construção - Casco inferior
A partir de baixo para cima, eu não encontrei qualquer problema ao trabalhar com o casco inferior. Você tem a chance de escolher entre o braço do rolo de retorno na versão inicial voltada para trás ou na versão ligeiramente angulada para cima, chamada "upswept". Minhas referências indicavam que os braços "upswept" eram a escolha correta, assim eu segui nessa direção. Quatro buracos foram perfurados na face oposta de cada braço como visto no original. Também foram acrescentados quatro parafusos à chapa de deslizamento. Aqui uma nota particular, o kit inclui as rodas guia dentadas e minhas referências indicam que as não dentadas seriam as mais comuns. Eu as substituí por umas da Tamiya re-perfuradas no diâmetro adequado. Outra nota especial, aqui as instruções não mencionam alguns pontos essenciais e importantes como prender as montagens dos conjunto das rodas ao casco inferior no Passo #3. Nos kits mais recentes, eles incluem uma folha de correção suplementar que mostra esses passos perdidos.
Passando para o encaixe da guia final. Esta precisava um pouco mais de textura de ferro fundido, em minha opinião, assim eu acrescentei um pouco de massa putty diluída. Eu também acrescentei números, de plástico e tirados de PE, e marcas de fundição com fio de solda. A chapa traseira foi agora fixada. Ela parece ter as corretas características da descarga, mas estão faltando as molduras do radiador, vistas normalmente. Eu deixei isso como veio, pois percebi que ficaria suficientemente coberto. As lindas lagartas -- ohhh como eu as queria usar! Elas eram mais longas em aproximadamente em 3 links e minhas tentativas para encurtá-las resultou em fracasso. Eu tive medo. Elas não podiam ser coladas com cola regular ou CA. Usar o método de grampear não era uma opção, pois os grampos apareceriam, assim eu usei um jogo de lagartas de tiras de borracha do tipo T49 da AFV Club e elas se ajustaram perfeitamente. Olhando mais claramente eu poderia ter usado agulha e linha para costurar a lagartas encurtadas, mas isso eu só percebi agora que já estava feito.
 Casco Superior
O casco superior provido no kit tem o ângulo correto de 47 graus e grande escotilhas. Há algumas marcas de fundição e moldagem que dão um toque agradável. As linhas de solda no casco foram moldadas rebaixadas quando deveriam ser de fato ligeiramente elevadas. Eu consertei isso usando tiras de estireno e cimento Tamiya extra fino. Você pode ver este método lendo meu pequeno artigo aqui no Armorama. (breve - N.E.) A cinta de proteção contra areia vem moldada ao casco superior e meu crescente ataque de Síndrome de Modelistas Avançado (SMA) forçou-me a remover e substituí-la por uma de PE da Eduard. Uma vez que estava no lugar eu acrescentei pequenas manchas de solda ao longo dela como era encontrado no original. Também muito merecedoras de nota são as tampas moldadas dos tanques de combustível. Você pode mostrar essas coberturas blindadas em posição aberta ou fechadas. Eu decidi deixar uma delas aberta aqui. Tudo que precisei fazer foi remover a porção de seu centro no ponto de fechamento e depois fixá-lo atrás no casco. Esta é a parte pela qual o pino de fechamento passa. Eu acrescentei correntes de PE da Eduard nos pinos.
Agora as ferramentas, não há outro modo agradável de dizer isso, mas as ferramentas da DML são as piores coisas. Felizmente para nós, a Formations Models está aqui para melhorar nosso dia e eu usei seu belo jogo de ferramentas. Elas são um pouco delicadas para se trabalhar, mas valem bem o esforço extra. Eu também usei os cabos de reboque e seus terminais, em vez das peças da DML porque são um pouco mais fáceis de usar e eu estava me sentindo um pouco preguiçoso. Isto não quer dizer que as partes da DML não são utilizáveis, pois elas são muito bem feitas e devem provar serem fáceis de se colocar. Eu também substituí a prateleira de carga que era de plástico por uma de PE da Eduard. Eu achei o PE da DML uma peça tão pequena e macia que era impossível manusear. Dobrava-se e deformava-se conforme eu o olhasse - essa era provavelmente minha desajeitada técnica de construção. Assim eu substituí as proteções dos faróis e sinaleiras da DML por itens da Eduard. Os faróis também foram substituídos por itens de metal branco da Greif, que vêm com uma lente de vidro. Estes valem o dinheiro pago e realmente acrescentam algo a seu kit. O que falta ao kit são os prendedores de lagartas sobressalentes normalmente encontrados em qualquer lateral do casco traseiro. Ao invés, eles dão o que parece ser uma caixa de telefone de infantaria que só foi usada no Pós-WW II, até onde eu sei. Eu tinha originalmente decidido deixar esses prendedores fora, mas então os acrescentei de um conjunto da Eduard do M4A3.
 Torre
A Torre T23 é uma real vencedora comparada às tentativas anteriores. Ela representa o último modelo, com as escotilhas carregadoras ovais e um pedestal com uma metralhadora calibre .50 montada ao centro. Eles decidiram reduzir a junção das duas metades de forma que a escotilha para pistolas sabiamente seja moldada corretamente ao lado da torre. Você também recebe uma porta separada dessa escotilha, de forma que com um pouco de trabalho de corte e adaptação você pode ter uma escotilha para pistolas aberta. Eu uni as duas metades e procedí o preenchimento com massa putty na junta e lixei-o até ficar liso. Então dilui alguma massa putty Tamiya cinza com cimento extra fino e "emplastrei-o" sobre a torre inteira para acrescentar alguma textura. Fiz isto em três aplicações separadas para uma textura mais realística. Incluído no kit há uma grande cobertura anti pó de vinil para a raiz do canhão, mas tanques M4A2 (76) da WW II que pude ver não usavam essa cobertura. Assim você é forçado a acrescentar os pontos de anexação e as ripas de suporte. Eu fiz os pontos de suporte de tiras de estireno com um buraco perfurado no centro. As ripas de suporte simplesmente são varetas de estireno dobradas na forma e coladas no lugar. As aberturas dos periscópios são itens da TWS com protetores em PE da Eduard. A metralhadora .50 é em resina, excelente, da Verlinden com uma braçadeira em PE da Eduard. Um holofote da Formations Models substituiu a peça da DML, somente porque eu a tinha de um projeto anterior. Foram adicionados números e marcas de fundição, de plástico e PE, como no casco inferior. O cano provido no kit é de alumínio torneado. Estes fazem o modelista economizar uma carga de tempo na raspagem e lixamento de junções e manchas. Você recebe um quebra-chama de plástico, o meu não se ajustou muito bem sobre o cano de metal e seu centro era moldado fechado. Assim eu tive que perfurá-lo, lixei também a base do quebra-chama. O cano precisou de um suave lixamento para tudo se alinhar bem e foram colados finalmente com cola de CA.
 Considerações Finais
Eu realmente gostei muito de construir este tanque. Meu primeiro pensamento ao abrir a caixa foi de que eu havia adquirido muito mais por meu dinheiro do que eu tinha pechinchado. Este kit pode ser construído OOB com resultados superiores. Infelizmente eu tenho um caso bem avançado de SMA (Sídrome do Modelista Avançado), assim eu tive que acrescentar algumas peças aqui e acolá. Mas em geral eu acrescentei menos a este kit do que na maioria dos que eu construo. Este é sem dúvida, provavelmente o melhor kit de Sherman no mercado. A DML fez sua lição de casa e a pesquisa de mercado que eles fizeram mostra o porquê. De maneira nenhuma você ficará desapontado com este kit. Do modelista OOB ao contador de rebite, você adquirirá mais do que é usado. Eu planejo construir novamente esse kit, só que da próxima vez eu irei adicionar a suspensão e as lagartas da HVSS e o pintarei como um tanque canadense de pós-guerra. De coração eu encorajo inteiramente qualquer um, mesmo aquele que tenha o menor desejo de construir um Sherman, para dar a esta pequena pedra preciosa uma chance.

 

About the Author

About Bryan Gray (ex-royal)
FROM: ONTARIO, CANADA

I have been modelling on and off for most of my life really. I took a rather long break while I was in the Army and re discovered the hobby when I went back to University. My main area of interest is Canadian Armour of the Second world War. I have a real love of the Sherman tank especially the Fire...